Postado em 23 de Junho de 2017 às 09h46

Planos de saúde terão que cobrir novos exames e tratamentos

Gestão de Saúde (28)

Desta vez serão incluídos 15 procedimentos, a maioria contra o câncer, além de novos medicamentos.

A recusa de cobertura pelos planos de saúde é a maior dor de cabeça dos segurados. E agora a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) quer incluir 15 procedimentos na lista de exames e tratamentos de cobertura obrigatória. Essa lista tem também medicamentos e inclui, pela primeira vez, tratamento para esclerose múltipla.

É muito importante essa ampliação de procedimentos cobertos pelos convênios porque isso motivou 70% das 90.245 reclamações que a ANS recebeu no ano passado.

As mudanças na lista obrigatória da ANS só são feitas a cada dois anos, após uma série de reuniões com entidades representativas. O presidente da Associação Médica Brasileira, Florentino Cardoso, disse em entrevista a Rede Globo que as atualizações deveriam ser discutidas mais frequentemente. “A saúde e a medicina mudam de maneira muito rápida e achamos que dois anos é um período muito longo. A população perde com isso, com certeza”, afirmou.

A ANS disse que o intervalo de dois anos para a atualização do rol é suficiente porque as novas tecnologias precisam ser testadas para garantir segurança e bons resultados para os pacientes.  A Associação Brasileira de Planos de Saúde e a Federação Nacional de Saúde Suplementar afirmaram que a incorporação de novos procedimentos deve ser acompanhada de um estudo sobre o custo e efetividade, além do impacto nas mensalidades dos planos.

Veja aqui a proposta dos novos procedimentos da ANS.

*Informações Bom Dia Brasil | Rede Globo

Veja também

Confirmado primeiro caso autóctone de chikungunya em SC09/03/18DIVE confirma primeiro caso autóctone de febre chikungunya em Santa Catarina. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) confirmou o primeiro caso autóctone de febre chikungunya em uma pessoa residente no município de Cunha Porã, na Microrregião Oeste de Santa Catarina.O diagnóstico foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Segundo a......
Aumentam os focos de Aedes aegypti em Santa Catarina16/08/17Boletim epidemiológico aponta aumento de casos de febre de chikungunya no estado. Foto: Eduardo Seidl | Palácio Piratini O número de focos do mosquito Aedes aegypti vem crescendo em Santa Catarina. Em apenas 15 dias, 121 novos focos foram identificados no estado, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado......
Dia Nacional de Combate ao Fumo29/08/18Tabagismo está ligado a diversos casos de câncer e doenças respiratórias. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública. Estima-se que cerca de 200 mil......

Voltar para NOTÍCIAS