Postado em 08 de Agosto de 2017 às 11h09

Cientistas tentam eliminar substância cancerígena de potes de plástico

Inovação (20)

Processo químico simples, barato e seguro promete filtrar Bisfenol A.

O Bisfenol A (da sigla em inglês BPA) é um poluente encontrado em diversas embalagens plásticas utilizadas cotidianamente, como potes plásticos, escovas de dente e até mamadeiras. Antes que fossem evidenciados os riscos que tal substância pode acarretar à saúde humana, seu uso foi inserido pelas indústrias e até hoje muitos consumidores desconhecem o potencial cancerígeno. Mas, um grupo de cientistas norte-americanos está buscando maneiras de eliminá-lo defininitivamente.

Por meio de um processo químico simples, barato e seguro, os pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon na Pensilvânia desenvolveram um catalisador químico que pode remover até 99% do bisfenol da água.

“Resolvemos um problema de pesquisa de bilhões de dólares”, disse Terrence Collins, um dos principais pesquisadores que desenvolveram o método. “Este tratamento pode ser feito por qualquer pessoa, em qualquer lugar, em qualquer quantidade de água”.

O método consiste em combinar um grupo de catalisadores chamados ativadores TAML com peróxido de hidrogênio. Juntos e em água com pH neutro, as moléculas de bisfenol se unem formam aglomerados -, e assim são facilmente filtradas. “Você pode tratar dezenas de milhares de toneladas de água com 1 quilograma do catalisador”, explicou Collins. O estudo foi publicado na revista Green Chemistry.

Bisfenol no Brasil

Em seu site, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ressalta que a Organização Mundial de Saúde (OMS) realizou uma reunião, em 2010, com especialistas de vários países, onde foi concluído, entre outras coisas, que o bisfenol só causa problemas em doses elevadas.

Ainda assim, o uso de bisfenol em mamadeiras é proibido no país. “Por precaução, alguns países, inclusive o Brasil, optaram por proibir a importação e fabricação de mamadeiras que contenham Bisfenol A”, afirma o órgão aqui. Entretanto, o uso é liberado para outros utensílios, seguindo limites estabelecidos pela legislação.

 

*Fonte: CicloVivo

Veja também

Mobilidade Urbana Limpa13/10/17Brasil caminha a passos lentos para uma estrada pavimentada pela sustentabilidade. Pensar em meios não poluentes de transporte é mais que uma necessidade. Já é uma obrigação mundial, pois a poluição afeta não apenas o meio ambiente, mas compromete a saúde de toda a população. Na França, por exemplo, o ministro do Meio Ambiente, Nicolas Hulot, afirmou que vai banir a comercialização de carros......
Fortaleza terá ciclovia-modelo21/09/17Cidade já possui uma malha cicloviária de 214 quilômetros e conta com o Plano Diretor Cicloviário Integrado. Os ciclistas de Fortaleza terão um novo espaço de trânsito na capital a partir de um projeto-piloto elaborado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ministério das Cidades e a prefeitura da capital. A ciclovia-modelo,......

Voltar para NOTÍCIAS