Postado em 16 de Outubro de 2020 às 09h56

Nutrição e informação

Especial (25)

Dia Mundial da Alimentação é celebrado desde 16 de outubro de 1981

A obesidade e outras formas de desnutrição afetam uma em cada três pessoas no mundo. As projeções indicam que essa proporção no ano de 2025 se tornará uma em duas, informa a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura)


Desperdício, perda de alimentos no processo produção-distribuição, produção de alimentos, meio ambiente, clima, subnutrição, fome, obesidade, doenças relacionadas à ingestão de alimentos ricos em gordura, sódio e açúcares, fazem parte do rol de questões a serem pensadas quando se fala em alimentação.

Seguramente, a alimentação nutritiva não está ao alcance de todos. Em alguns casos, a desvalorização dos pequenos agricultores, desigualdade social, má distribuição de renda, prejuízos à natureza, guerra, conflitos e crise como a enfrentada neste momento, contribuem para o crescimento da pobreza, da fome e da desnutrição.

Por outro lado, a falta de informação relevante sobre a alimentação de qualidade e a hipersensibilização dos fastfoods contribuem para o ciclo vicioso dos maus hábitos alimentares.

Ações

Buscando despertar para a consciência alimentar, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabeleceu que as embalagens de produtos alimentícios devem apresentar rótulo padronizado indicando altos teores de açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio

A nova regra também estabelece mudanças na tabela de informação nutricional. A Anvisa declara que a ideia é esclarecer o consumidor sobre o alto conteúdo de nutrientes que têm relevância para a saúde. As informações são da Agência Brasil. 

O Movimento da Gastronomia Social (SGM), rede global interconectada de comunidades locais, usa a comida como protagonista das mudanças sociais voltadas ao combate à fome e à vulnerabilidade alimentar ao redor do mundo.

Este ano, o Movimento lançou a campanha global Prato Universal: Sabor de Mudança criada por empreendedores sociais de 17 países. A meta da ação é servir ao menos 50 mil refeições neste dia mundial da alimentação. As receitas deverão valorizar a produção local, o respeito ao meio ambiente, à tradição e à cultura alimentar de cada país.

Prato Universal engloba uma série de eventos online em torno do tema da Solidariedade Alimentar e da garantia dos direitos coletivos à segurança nutricional. Neste dia 16, em particular, os participantes irão celebrar suas tradições culturais, compartilhar receitas com zero desperdício e pôr a solidariedade alimentar em ação.

Veja também

Margens Ameaçadas22/06/17Considerado o quinto mais poluído do Brasil, o rio Gravataí é também responsável pelo abastecimento de mais de 1,5 milhão de pessoas. Reportagem e fotos: Carla Tesch Vencedora do VIII Prêmio Unochapecó-Caixa de Jornalismo Ambiental As margens do Rio Gravataí, no Rio Grande do Sul, são a primeira imagem que Osnildo, o Cataúcho, vê todas as manhãs ao acordar. Sentindo-se privilegiado, ele é um dos poucos moradores do município de Gravataí que tem a casa banhada por suas......
Estamos enxergando menos!26/05/20 Mudanças no estilo de vida tem aumentado índices de miopia no Brasil, que pode ter epidemia em 20 anos Segue um alerta para ficarmos literalmente de olho: o número de pessoas que está enxergando menos vem crescendo no mundo e......
Dezembro Vermelho01/12/20 Estigma e discriminação são os principais entraves no enfrentamento à Aids 40 anos depois do início da pandemia de HIV no mundo, a população infectada ainda sofre com discriminação e estigma,......

Voltar para NOTÍCIAS