Postado em 25 de Setembro às 09h53

Estudos testam eficácia de produtos para clareamento

Sorria! (5)

Pesquisas revelam que tiras e cremes dentais clareiam de forma mais rápida, porém efeitos colaterais colocam uso em xeque

Por Tuanny de Paula

Já diz o ditado popular: “o sorriso é a porta de entrada para o sucesso”. E para muitos, seja por estética ou bem-estar, ele tem de estar alinhado e branco. Nos últimos anos, a fixação por dentes perfeitos cresceu e a procura por tratamentos fez o mercado odontológico alavancar em diversas áreas. Dentre elas, o setor de clareamento dental.

Além dos produtos aplicados profissionalmente em consultórios dentários, prescritos por dentistas, os produtos de clareamento dental passaram a ser vendidos em farmácias e supermercados, adquiridos e aplicados pelo próprio consumidor. Chamados de produtos over the counter, ou sobre a bancada, são géis, cremes, bochechos, gomas, tiras clareadoras e pincéis.

O que resta saber é se elas funcionam. E foi o que duas pesquisas do curso de Odontologia da Unochapecó buscaram investigar. A primeira foi tema do trabalho de conclusão de curso de Carla Regina Serraglio e Luana Zanella e analisou a eficácia e os efeitos colaterais do uso das whitestrips, as tiras clareadoras que, ainda em 2015, tiveram a venda sem prescrição proibida pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A pesquisa comparou a eficácia e a segurança das tiras com a técnica recomendada pela Associação Dentária Americana (ADA) para clareamento caseiro usando o gel de peróxido de carbamida a 10%, uma das mais indicadas pelos cirurgiões dentistas. O estudo revelou que as tiras geram um efeito clareador mais rápido, de aproximadamente 195 minutos de uso, enquanto o clareamento caseiro receitado pelo dentista precisou de uma média de 982 minutos para tal. O rápido resultado foi gerado pelo fato das pessoas usarem as tiras até duas vezes ao dia e o clareamento caseiro somente à noite. Porém, a falta de informações sobre a composição dos produtos e os efeitos colaterais colocam a eficácia em xeque.

“Apesar de os resultados serem favoráveis para as tiras, não é possível atestar a sua qualidade efetiva devido à falta de informações de composição. Aliás, nenhuma pesquisa conseguiu atestar a eficácia e a segurança no uso das tiras, algumas mostrando, inclusive, muitos efeitos colaterais, pois não se sabia qual era a real composição das fitas, informação a qual nem mesmo a fabricante do produto soube nos informar”, explica Luana ao ressaltar que o clareamento dental é um procedimento invasivo e precisa do acompanhamento do cirurgião dentista.

“Atualmente, são feitos clareamentos caseiros com moldeiras e os realizados no próprio consultório odontológico. Os bons resultados somente são alcançados com a correta indicação de acordo com a individualidade de cada paciente e acompanhamento por parte do profissional”, enfatiza.

Pesquisa premiada

Outro estudo testou a eficácia das pastas de dente clareadoras e foi premiado neste ano durante o 55º Encontro Anual do Grupo Brasileiro de Materiais Dentários (GBMD) em Passo Fundo (RS). A pesquisa revelou que as pastas de dente clareadoras de fato removem manchas muito mais do que as não clareadoras, porém apontou que elas podem causar mais efeitos adversos do que os não clareadores, como ulceração, descamação ou sangramento gengival e sensibilidade dentária. Mais abrasivos que os comuns, os cremes clareadores podem levar também a desgastes dentários e de restaurações.

O estudo foi originado do trabalho de conclusão de curso das egressas de Odontologia, Rafaela Lasta e Angélica Devila.

Veja também

Destacando sorrisos22/12/17Aparelho invisível de fácil adaptação para os dentes. Por Samara Grando A odontologia vai além da estética e se preocupa com tratamentos cada vez mais humanizados. Harmonizar a face, destacar dentes e, principalmente, deixar em dia a saúde bucal são alguns dos principais objetivos dos dentistas. Quem procura por um dentista para corrigir ou alinhar os dentes, encontra sempre diversas opções no segmento......
Operando Sorrisos16/04/18Maior organização médica voluntária do mundo já transformou a vida de mais de 240 mil crianças e adultos carentes nascidos com fissura labiopalatina. Por Carol Bonamigo Fundado em 1982, pelo casal norte-americano William e Kathleen Magee, a ONG Operação Sorriso é referência mundial ao tratar, especificamente, pacientes com lábio leporino e fenda palatina. Foi......
Lentes de contato para os dentes13/10/17Novas técnicas na odontologia estética. Reportagem: Katiane Marques A odontologia estética é um conjunto de procedimentos personalizados com o objetivo de devolver a harmonia de um sorriso perfeito ao paciente. Cada vez mais a tecnologia tem proporcionado avanços para......

Voltar para NOTÍCIAS