Postado em 30 de Março de 2020 às 17h35

Telemedicina como alternativa

Notícias (4)Especial (28)

Tecnologia a serviço da saúde

O isolamento social reascendeu a importância da tecnologia em nossas vidas. Graças a ela, podemos sobreviver a esse período turbulento.

Telemedicina é uma área saúde que oferece suporte diagnóstico de forma remota, permitindo a interpretação de exames e a emissão de laudos médicos à distância com apoio das tecnologias. É reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma importante ferramenta de oferta de serviços ligados à saúde, nos casos em que a distância é um fator crítico ou, no cenário de hoje, primordial.

Em 19 de março, o Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou a prática da telemedicina enquanto durar a pandemia de Covid-19. A medida foi adotada devido “a situação criada pela propagação descontrolada da COVID-19, que pode ser efetivamente combatida com isolamento social e eficiente higienização e pela necessidade de proteger tanto a saúde dos médicos, que estão na frente de combate dessa batalha, como a dos pacientes”, fundamenta o CFM em ofício enviado ao Ministério da Saúde. Na sequência, o Ministério da Saúde publicou portaria autorizando atendimento direto entre médico e paciente.

Como a telemedicina pode ser exercida?

Teleorientação: permite que médicos realizem a distância a orientação e o encaminhamento de pacientes em isolamento;

Telemonitoramento: possibilita que, sob supervisão ou orientação médicas, sejam monitorados a distância parâmetros de saúde e/ou doença;

Teleinterconsulta: permite a troca de informações e opiniões exclusivamente entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico.

Facilidades

Aos pacientes, a prática permite acesso a médicos de confiança num momento em que o deslocamento até o consultório deve ser evitado. Muitas clínicas, fechadas para proteger a saúde de pacientes e profissionais, oferecem serviço remoto para consultas de urgência.

Serviços públicos de saúde também estão utilizando a telemedicina. A Prefeitura de Florianópolis, por exemplo, lançou o Alô Saúde, serviço de atendimento pré-clínico e informação por telefone, videochamada ou chat, para que os residentes no município busquem orientações pontuais.

A telemedicina é alternativa às consultas físicas para esclarecer e orientar cidadãos quanto à prevenção e diagnóstico de sintomas relacionados ao Covid-19.

Saiba mais detalhes sobre a telemedicina, relendo matéria produzida pela Revista Servioeste.

Veja também

Os desafios do licenciamento ambiental09/06/20 Mudanças na legislação para agilizar trâmites cobram melhores projetos dos empreendedores e exigem melhor estrutura dos órgãos de controle Quanto tempo demora para conseguir uma licença ambiental no Brasil? Essa pergunta não tem uma resposta exata, não só pela falta de legislação clara e objetiva, mas porque a própria lei......
É preciso saber viver MAIS25/09/19 A idade que chega não é problema para quem faz o que gosta. O desafio é ter condições físicas e mentais para envelhecer bem Angela Piana Já que um dia a idade chega para todos, então, que seja......
Cuidados no descarte de agulhas, seringas e medicamentos05/04 Home health care ou home care é um modelo personalizado de atenção à saúde. Idosos, crianças, portadores de enfermidades agudas ou crônicas e até pets recebem atendimento médico em domicílio......

Voltar para NOTÍCIAS