Postado em 08 de Agosto de 2017 às 10h50

SUS oferece curso grátis sobre medicamentos fitoterápicos

Gestão de Saúde (33)

Cultivo de plantas medicinais, preparação e uso de remédios caseiros são alguns dos assuntos do curso.

Quase 11 mil pessoas já se inscreveram para um curso gratuito oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O “Uso de Plantas Medicinais e Fitoterápicos para Agentes Comunitários de Saúde” é uma introdução sobre o uso seguro desses componentes, fortalecendo ações e serviços de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) na Rede de Atenção à Saúde.

Este módulo visa orientar o ACS sobre a importância do uso correto de plantas medicinais e fitoterápicos, disponibilizando informações básicas sobre cultivo de plantas medicinais, assim como orientações sobre a preparação e o uso de remédios caseiros, além de promover o intercâmbio e troca de experiências sobre o papel dos Agentes Comunitários de Saúde no uso correto de plantas medicinais e fitoterápicos na atenção básica de saúde.

Revista Servioeste Saúde e Meio Ambiente O curso é gratuito e online, com carga horária de 80 horas na modalidade à distância, sem limites de vagas. Tem como base as diretrizes da Política Nacional de...

O curso é gratuito e online, com carga horária de 80 horas na modalidade à distância, sem limites de vagas. Tem como base as diretrizes da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), em conformidade com os princípios estabelecidos para a Educação Permanente do SUS.

 

*Fonte: AVASUS

Veja também

A medicina que voa25/09/19 Surgido na Primeira Guerra Mundial, serviço aeromédico cresce como braço do atendimento pré-hospitalar móvel e reduz tempo de resgate e número de mortes no mundo Keli Magri Quanto tempo é necessário para salvar uma vida? A imensidão de probabilidades entre um piscar de olhos e os 75 anos estimados pelo índice de longevidade brasileira......
Região sul terá um dos maiores hospitais do sistema Unimed12/06/17O novo Hospital Unimed Chapecó, primeiro do sistema Unimed na região Sul, está em franco crescimento, ampliando as áreas de atendimento e instalações. Preocupada com a evolução constante, porém cautelosa com o processo de crescimento e os gastos envolvidos nesta operação, a atual diretoria do Hospital Unimed Chapecó iniciou as ações de......
Chapecó registra primeiro óbito por meningite06/09/17Até o final de agosto deste ano, Santa Catarina confirmou 552 casos de meningites, com um total de 39 óbitos. Após a confirmação do primeiro óbito por meningite bacteriana na cidade de Chapecó, a população ficou apreensiva com a possibilidade de surgirem mais casos da doença. De acordo com a médica......

Voltar para NOTÍCIAS